Carta Editorial







CAPA  01 EDIÇÃO 009 - QUANDO A PRIMAVERA CHEGAR 

Direção de design gráfico:: Estúdio Margem
Direção  Criativa: Igi Lola Ayedun

Onde a dor não tem [mais] razão 



Há quem desacredite, há quem siga lutando pra ser acreditado: a nova onda progressista se aproxima e como questionado em todo fim de ano: e o que você fez?

Se períodos de desesperança açoitaram sonhos de melhores carnavais, é com o coração de uma agremiação pequena, porém obstinada, que nos mantivemos aqui: buscando o melhor dos enredos enquanto repetidamente insistimos que o caminho é não desistir.

E agora, após anos de ensaios técnicos, de reorganização das estruturas, de aprendizados com o que nos vem sendo imposto, o que parece ser esperado são soluções para abraçar subjetividades de maneira universalista. Mas será que ainda há tempo de uma autocrítica - o PT que o diga - necessária ao progressismo como um todo?

Enquanto participamos da construção do enredo que pode vir a embalar a ascensão progressista em esferas macropolíticas, lembremos que estamos aqui lutando por uma posição digna onde micropolíticas de resistência — não o progressismo em si — possam ser simplesmente performadas com segurança e pertencimento, tal qual o carnavalesco que protege com unhas e dentes o conceito de mais um ano de barracão.

É importante reconhecermos nesse processo, apesar da polaridade estabelecida, que o progressismo não é uma reação contrária à onda neo[fasci]liberal que tomou conta do mundo. Não é um movimento de resistência, onde um nasce em detrimento do outro; o que  estamos acompanhando aqui é o desfile de quem sobe do grupo de acesso pras cabeças do grupo especial, com todo holofote e com toda vontade do mundo. Eles sabem que sua existência depende disso. É a esperança de quem faz, não de quem espera.

Que possamos fazer desse processo o mais bonito dos carnavais. Afinal, de carnaval, a gente tem saudades e se tem uma coisa que sabemos fazer bem é por nosso bloco na rua.



Sumário | ed.009





009.01 Carta Editorial: Onde a dor não tem (mais) razão︎

por Gabriela Campos

009.02 Sociedade; Status Covid-19 ︎

por Ana Carolina Rodarte

009.03 Sociedade; O anticapacitismo na nova cartografia progressista ︎

por Ana Carolina Rodarte 

009.04 Especial; Lista de resoluções pro baile ficar 10/10︎

por Ana Carolina Rodarte, Gabriela Campos e Jéssica Amorim

009.05 Matutas Pro; Letárgia Erótica: Qual sexo vende?︎

por Ana Carolina Rodarte

009.06 Tecnologia; Metaverso: a era da verdadeira virtualidade︎

por Xavier Amorim

009.07 Matutas Pro; Alfaiataria Progressista: AOC Generation na cadeira da diretoria︎

por Ana Carolina Rodarte

009.08 Política; O autoritarismo se desfaz nas brechas: como andam os movimentos de resistência na América Latina?︎

por Giovanna Soares e Renata Gonzalez

009.09 Moda: O espelho dos nossos desejos: o que os desfiles nos contam sobre a política do amanhã ︎

por Ana Carolina Rodarte

009.10 Matutas Pro; Hiperfuncionalidade em estado de guerrilha: Apocalipse Now em direção ao espaço︎

por Ana Carolina Rodarte

009.11 Política; A borboleta do Leste Europeu bateu as asas. Que ventos chegam ao Brasil?︎

por Ana Carolina Rodarte

009.12 Entrevista; Conversa com Cidinha da Silva: entre tradições e contemporaneidade ︎

por Xavier Amorim

009.13 Sociedade; Aos líderes de um futuro não tão distante︎

por André Alves

009.14 Arte; Lições para as vanguardas do presente︎

por Ana Rodarte. Edição: Gabriela Campos

009.15 Moda; Tu vestes, eles vestem. E nós, vestimos? Sobre tendências que violam outras existências︎

por Wanessa Yano. Edição: Gabriela Campos

009.16 Matutas Now; O tecno-indivíduo e a utopia do cuidado comum︎

por Gabriela Campos


Mjournal Ed.009- Quando a primavera chegar.